Notícias

Tecnologia da Informação contribui para controle ambiental das ferroviasDados ambientais são incluídos em diagramas e proporcionam análise sistêmica das obras executadas pela VALEC

Cuidar do meio ambiente é dever da VALEC e, para acompanhar todas as ocorrências ambientais nas ferrovias, é utilizada uma ferramenta desenvolvida pela própria empresa exclusivamente para essa finalidade. Assim, sempre que a equipe de campo vinculada à Superintendência de Meio Ambiente (SUAMB) identifica algum acontecimento relevante, esses dados são inseridos no Sistema Integrado de Caracterização Ambiental (SIOCA). A partir daí, sem qualquer burocracia, todos os envolvidos na obra passam a ter acesso a essa informação, o que proporciona mais agilidade para a solução do problema.

A maioria das ocorrências registradas refere-se a processos erosivos, a sistema de drenagem e a revestimento vegetal da faixa de domínio e encostas adjacentes. O biólogo Nathan Teixeira explicou que as chuvas causam sérios danos à obra, especialmente nas superfícies inclinadas (taludes). “Com o constante monitoramento e o consequente aumento da base de dados do SIOCA, conseguimos identificar os locais onde há mais problemas. Assim, auxiliamos o setor de obras e manutenção de operação na confecção de um cronograma de atividades mais efetivo”, esclareceu Nathan. Ainda segundo ele, muitas vezes basta o plantio de gramíneas para impedir o início de processos erosivos. A cobertura vegetal reduz a abrasão da chuva, contribuindo para a estabilização dos taludes e das áreas de descarte de material estéril (ADMEs).

Uma vez identificadas as ocorrências ambientais, entram em cena as empresas construtoras, que são as responsáveis pelas obras em si. Por isso, tanto elas quanto as empresas supervisoras, que controlam o trabalho das primeiras, têm livre acesso ao SIOCA. As informações contidas no sistema podem ser filtradas conforme o trecho da ferrovia, por coordenada ou quilometragem, por tipo de ocorrência, por gravidade, etc., tudo para permitir que o usuário explore o banco de dados conforme seu interesse e dê a atenção que o meio ambiente exige.

A recuperação das ocorrências registradas é fundamental para a manutenção das licenças ambientais concedidas pelo IBAMA. Por essa razão, os registros no sistema devem ser observados e solucionados de forma planejada para fiel cumprimento das condicionantes impostas pelo órgão ambiental.

Outra vantagem do SIOCA é a disponibilização de dados históricos e estatísticos. Isso permite a elaboração de planilhas, indicadores e estudos que influenciam as tomadas de decisão. Atualmente, são encontrados diagramas de obras que cobrem paredes inteiras de vários setores da VALEC. Esses painéis têm caráter colaborativo e são atualizados mensalmente pelas áreas técnicas da empresa. Neles podem ser visualizadas, dentre outras informações, as ocorrências ambientais graves por quilometragem de cada ferrovia. Assim, a análise das condições de cada empreendimento em relação ao meio ambiente é processada com rapidez e eficiência.


Crédito da foto: Priscila Tardin/SUAMB/VALEC