Notícias

A construção da Ferrovia Norte-Sul tem utilizado o que há de mais moderno na fabricação de pontes. O funcionamento de um equipamento de grande porte, a treliça lançadeira de vigas, foi acompanhado por autoridades do Ministério dos Transportes e da diretoria da Valec, em visita a Santa Helena (GO), no início desta semana.

A máquina está sendo usada na ponte sobre o Rio Campo Alegre. Essa é uma das dezoito "obras de arte", no trecho de 145 km, referente ao lote 3 da extensão sul, um dos mais adiantados da obra que liga Ouro Verde (GO) a Estrela D'oeste (SP).

A Ponte Campo Alegre tem 4 pilares que sustentam 10 vigas de 112 toneladas cada uma. O trabalho é realizado com uma treliça que executa todas as etapas de operação, desde o içamento da viga no pátio de pré-moldados até o deslocamento horizontal por meio de apoios metálicos, como num trilho, até o ponto ideal de lançamento. A utilização da treliça torna a operação mais eficiente e acelera a conclusão da obra.

Com 681 km, a extensão sul vai possibilitar a ligação do sistema ferroviário das regiões Sul e Sudeste com as regiões Norte e Nordeste.

Valec

Valec

Valec

ValecCrédito da imagem: divulgação VALEC


Texto: Assessoria de Comunicação