Notícias

Em atendimento à determinação do Ministério dos Transportes, a VALEC contratou empresa especializada para inspeção dos trilhos no trecho compreendido entre Palmas/TO e Anápolis/GO, com a finalidade de verificar tecnicamente possíveis problemas apontados e, se confirmados, verificar o comprometimento do nível de segurança operacional da Ferrovia Norte-Sul.

As inspeções e ensaios foram realizados com o intuito de fornecer um posicionamento conclusivo a respeito da qualidade dos trilhos e segurança da ferrovia. Os trilhos passaram por uma série de testes que vão desde a verificação visual e inspeção por ultrassom até ensaios laboratoriais de massa, dimensional, dureza, metalográfico, tração e alongamento.

Ao fim dos trabalhos, gerou-se dois Relatórios Finais, sendo o primeiro “Relatório Final de Inspeção Visual e Ultrassom”, elaborado em campo, e o segundo “Relatório Final Análise Laboratorial”, após ensaios de amostras retiradas da linha férrea, em laboratório. Ambos afirmaram que os resultados obtidos atendem as especificações da VALEC, e que “todos os lotes considerados estão em de acordo com o esperado pelo tipo de material e sua aplicação”; e , “não haverá comprometimento à segurança e à vida útil do trilho”.

Ainda, a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), de forma a auxiliar na interpretação dos dados, realizou ensaios complementares, constatando que os trilhos TR-57 adquiridos pela VALEC atendem tecnicamente à demanda de tráfego da Ferrovia Norte-Sul.